Todos os posts em Eiffel


Eiffel, filme francês estrelado por Emma Mackey e Romain Duris fará sua estreia no cinema francês em maio e como forma de divulgação a revista francesa Première dedicou a nova edição para o longa com novas fotos do filme e também entrevistas com o elenco. Confira abaixa a tradução da entrevista da Emma e as fotos em nossa galeria:

Se Eiffel leva o nome do criador da famosa torre, este filme se apoia em dois pilares: Gustave Eiffel e Adrienne. O engenheiro e o amor de sua vida, que o destino recolocou em seu caminho vinte anos depois de um término do qual ele nunca se recuperou. Basta uma cena, ou mesmo uma simples tomada, para entender o talento que a atriz que interpreta Adrienne entrega nesse papel, nessa dupla e nesse filme. Seu rosto é mundialmente famoso, mas Eiffel trará outra coisa para Emma Mackey: o reconhecimento do cinema francês e uma verdadeira metamorfose.

Do estilo punk com piercings e cabelo rosa em Sex Education à uma jovem de boa família vinda de Bordeaux com um francês perfeito. Ambas, no entanto, compartilham uma coisa em comum: um temperamento rebelde, um desejo de sair da caixa ou mesmo explodi-las.

“A proposta para esse filme veio na hora certa”, diz Emma Mackey alegremente ao telefone durante as gravações da terceira temporada de Sex Education. “Meu desejo pelo cinema francês estava cada vez mais forte. E como poderia ser mais francês do que um filme da torre Eiffel?”

Nativa de Le Mans, França (pai francês, mãe inglesa) passou a maior parte de sua vida lá. Mas é de fato através do Canal da Mancha que seu desejo de se tornar atriz se concretizou. “Quando criança, eu cresci assistindo filmes, séries, peças de teatro. Um dos meus avôs fazia teatro e uma vez por ano ele me levava para ver um musical. Eu adorava… mas sem pensar que um dia poderia fazer parte daquele mundo.” Mas na adolescência, tudo mudou. “Tudo começou com a ideia de que eu deveria deixar Sablé-sur-Sarthe para estudar literatura, para mergulhar na parte britânica da minha cultura.” A atriz foi para a Universidade de Leeds onde, paralelamente aos seus estudos de literatura clássica, teve as primeiras aulas de interpretação. “E lá, encontro pessoas que me fazem entender que este trabalho poderia ser para mim. Um professor teve uma influência decisiva no meu aprendizado e nas portas que abriram para mim”.

É graças a esse professor que ela encontrou um agente. Muito rapidamente, depois de um punhado de testes mal sucedidos, ela conseguiu o papel de Maeve Wiley em Sex Education. “Honestamente, eu não achei que tivesse uma chance. Eu era o oposto do papel na minha idade e na minha aparência. Eu estava indo para este casting para aprender.”

No processo, Emma Mackey recebe muitos papéis de personagens como Maeve, os quais ela recusa. “Lógico, ninguém me conhecia. Você poderia acreditar que eu era aquela personagem.” É da produtora francesa Vanessa van Zuylen que sairá a proposta com a qual ela sonhou. “Eu queria me reconectar com a minha parte francesa. E o que poderia ser melhor do que esse intenso papel de uma mulher que é curiosa e ávida pela vida?” Sua primeira experiência em francês. “No início, fiquei apreensiva. Depois de três anos em imersão na Inglaterra, me perguntei se ainda sabia falar francês perfeitamente. Como na minha cabeça, a garotinha da série da Netflix que caiu no meio dessas pessoas que tem feito filmes há anos tinha que provar alguma coisa. Mas esse medo rapidamente desapareceu. A única coisa é que a musicalidade é diferente. Para quem tende a falar vitem, eu tenho que gastar mais tempo quando falo em francês.”

Este ano será um ano e tanto para a carreira de Emma Mackey, porque além de Eiffel, ela estará na terceira temporada de Sex Education e também no filme Morte no Nilo de Kenneth Branagh [que foi adiado para fevereiro de 2022). Agora, ela está se preparando para se tornar Emily Brontë no filme Emily de Frances O’Connor. Sua ascensão ao estrelato apenas começou. “Essa menina é a semente de uma Meryl Streep”, garante Vanessa van Zuylen. Compartilhamos totalmente de sua intuição.


Fonte: Première Magazine
Tradução & Adaptação: Equipe Emma Mackey Brasil

Post arquivado em: Eiffel, Entrevista, Filme

Foi divulgado neste sábado o primeiro pôster oficial de Eiffel, filme francês protagonizado por Emma Mackey e Romain Duris e com direção de Martin Bourboulon.

Eiffel é o primeiro filme francês de Emma. A atriz interpreta Adrienne, uma mulher misteriosa do passado do célebre engenheiro Gustave Eiffel (Duris), que está sob pressão para projetar algo tão espetacular quanto sua recente colaboração com Frédéric Auguste Bartholdi na Estátua da Liberdade, para a Feira Mundial de Paris de 1889.

Quando o caminho de Eiffel cruza o de Adrienne novamente, sua paixão proibida o inspira a mudar o horizonte de Paris para sempre, em uma façanha de engenharia que comemora seu nome.

Confira o pôster em nossa galeria:

 

A produção, no valor de 26 milhões de dólares, é liderada por Vanessa van Zuylen, que opera sob as bandeiras da VVZ Production e da L’Sensens Films. O filme estreia em 17 de fevereiro de 2021 na França.

Post arquivado em: Eiffel, Filme

O site Screen Daily divulgou com exclusividade a primeira imagem oficial de Eiffel, filme francês protagonizado por Emma Mackey e Romain Duris e com direção de Martin Bourboulon.

Em seu primeiro papel em língua francesa, Mackey, criada na França, interpreta Adrienne, uma mulher misteriosa do passado do célebre engenheiro Gustave Eiffel (Duris), que está sob pressão para projetar algo para a Feira Mundial de Paris de 1889 tão espetacular quanto sua recente colaboração com Frédéric Auguste Bartholdi na Estátua da Liberdade.

Quando o caminho de Eiffel cruza o de Adrienne novamente, sua paixão proibida o inspira a mudar o horizonte de Paris para sempre, em uma façanha de engenharia que comemora seu nome.

A produção, no valor de 26 milhões de dólares, é liderada por Vanessa van Zuylen, que opera sob as bandeiras da VVZ Production e da L’Sensens Films. A produção começou a ser filmada no verão passado, com grande parte das filmagens ocorrendo no contexto de uma reconstrução em larga escala da base da verdadeira Torre Eiffel no estúdio Backlot 217, ao sul de Paris.

Faltavam três semanas para o final das gravações quando a França entrou em confinamento nacional em 17 de março, como parte das medidas do país para retardar a propagação do Covid-19.

Após um hiato de quase três meses, o elenco e a equipe retornaram ao set em 4 de junho, onde foram implementados protocolos de higiene, incluindo 14 dias de auto-isolamento para Mackey e Duris antes da filmagem; Testes do Covid-19 para todo o elenco e equipe; e luzes ultravioletas especiais para limpar câmeras e outros equipamentos.

É o terceiro longa-metragem de Bourboulon, após os dramas de comédia Daddy Or Mommy (2015) e Divorce French Style (2016).

A Pathé International lida com as vendas, com a Pathé mantendo os direitos de distribuição na França e na Suíça. Novas imagens do filme podem ser divulgadas durante o Festival de Toronto em setembro.


Fonte: Screen Daily
Tradução & Adaptação: Equipe Emma Mackey Brasil

Post arquivado em: Eiffel, Filme



@emmackeybrasil NO TWITTER

"#eiffelLeFilm: paixão, a realização de um projeto louco, incrível, eterno, um símbolo. E esse amor inatingível. Um filme sólido, com uma interpretação muito justa e uma história dentro da história." twitter.com/salles_obscure…

Ontem from Emma Mackey Brasil's Twitter via Twitter for iPhone

@emmackeybrasil NO Instagram
[flo_instagram padding="0" picture_sizes="240x240_crop" link="1" nr_columns="3" mobile_images_row="3" limit="9" new_user_id="emmackeybrasil" access_token="new"]
Emma Mackey Brasil emmamackey.com.br