O site Cosmopolitan da Espanha conversou com Emma Mackey, Tanya Reynolds e Patricia Allison sobre Sex Education. Confira:

Todo mundo fala sobre o salto no tempo que diferencia a segunda da terceira temporada, mas de quanto tempo estamos falando?

Patricia: Sério, foi apenas o verão. Dois meses mais ou menos. Estamos de férias e todos nós nos reunimos novamente em setembro, com a volta ao instituto.

Emma: Não vimos ninguém desde que as férias de verão começaram.

O que seus personagens fizeram durante esse tempo?

Tanya: Lily e Ola estão muito apaixonadas. Elas fizeram muito sexo e causaram muitos orgasmos [risos].

Emma: Maeve está saindo muito com Isaac. Eles têm sido uma extensão um do outro, se vendo todos os dias… E, também, ele não está falando com Otis.

No primeiro episódio da nova temporada, a diretora destrói os banheiros abandonados. Está começando uma nova era para Moordale e seus alunos?

E: É uma mudança muito violenta e rápida. O prédio era um espaço seguro, onde os alunos se sentiam à vontade para falar sobre seus problemas. É a representação física e gráfica deste novo e perturbador caminho para os alunos de Moordale. Também essa nova diretora que temos agora.

T: Estou chateada no momento, porque não há mais um lugar seguro em Moordale, por causa da nova diretora. É como o primeiro grande passo, mas não conta com tudo o que os alunos viveram lá e no que eles amadureceram. Era um lugar seguro, mas ela estragou tudo, derrubando-o.

Então essa é a mudança mais significativa entre as temporadas?

P: Existem muitas mudanças. Por exemplo, todos os personagens voltaram ao instituto com algo diferente. Crescemos fisicamente e também estamos mais maduros.

E: Eu também acho que nós, como pessoas, temos mais segurança em nós mesmos e nos personagens que interpretamos. Estamos mais familiarizados com eles e também o roteiro é uma oportunidade constante para que eles confiem em si mesmos. Tem enredos mais profundos, mais tabus são quebrados, há novos personagens, novas dinâmicas… que sempre ajudam a tornar tudo muito melhor.

Haverá mais cenas de sexo nesta temporada do que nas anteriores?

E: A verdade é que não as conto [risos]. Mas acho que não. O que você acha?

T: Acho que não.

E: A cena do inicio da temporada é a mais forte que vamos ver, em termos de número de momentos íntimos que estarão na tela. Mas não acredito que seja o objetivo da temporada.

Emma, ​​o que você mais gosta no relacionamento de Maeve e Otis?

E: O que mais gosto é o apoio mútuo que eles dão um ao outro. Acredito que eles podem tirar o melhor de cada um, pois têm as ferramentas para fazer o outro melhor e perceber o que é melhor para eles. Maeve desbloqueou uma parte do Otis, que é ajudar os outros. Já Otis conheceu Maeve em um nível mais cerebral, onde ela se sente confortável, mais calma, mais relaxada e mais vulnerável, mas de uma forma saudável.

A pergunta de um milhão de dólares: haverá 4ª temporada?

E: Não tenho ideia. Acho que depende se as pessoas vão gostar, assistir… Sinceramente, acho que não somos as pessoas certas para responder a essa pergunta [risos].

Como se sentem após terem feito três temporadas de Sex Education

E: Acho que temos muita sorte de pertencer a um elenco maravilhoso que nos apoia. Tenho sorte por isso, porque é muito legal. Isso é o que eu realmente tiro dessa época. Existe muito amor entre nós, respeito e apoio. É maravilhoso crescer cercada de pessoas assim, e um ótimo trabalho foi feito.

T: Tem sido muito especial fazer parte disso. Relacionamentos muito saudáveis ​​e de apoio floresceram. A lista é realmente longa de futuros personagens que nos seguem, e esses são escritos de maneira brilhante. E também o orçamento. Sempre será difícil estar a altura de tudo isso. Em nossos corações, todas as coisas boas sobre a série sempre permanecerão.


Fonte: Cosmopolitan Espanha
Tradução & Adaptação: Equipe Emma Mackey Brasil

Categorias: Entrevista
Desenvolvido por Maria Nunes & Uni Design | Todos os direitos reservados - EMBR © 2021